Tendência

A vida e a morte de John Lennon

Assassinado há 40 anos, John Lennon deixou um legado musical incontestável

John Lennon em ensaio fotográfico / Crédito: Wikimedia Commons

Nesta sexta-feira, 9 de outubro, se estivesse vivo, John Lennon completaria 80 anos. Lennon nasceu em Liverpool, na Inglaterra. Na adolescência, formou a banda The Quarrymen com seus colegas da escola. Mais tarde, em 1960, John Lennon fez história como vocalista dos Beatles.

The Beatles foi uma banda de rock inglesa formada na cidade de Liverpool pelo próprio John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. A banda é considerada, até hoje, a mais influente de todos os tempos. O grupo fez parte do desenvolvimento da contracultura, um estilo de mobilização e contestação social da década de 1960, trazendo reconhecimento da música popular como forma de arte.

Lennon foi pai de dois filhos, Julian Lennon, com Cynthia Powell, nascido em Liverpool, em 8 de abril de 1963; e Sean Lennon, com Yoko Ono, nascido em 9 de outubro de 1975, em Nova Iorque.

Ele era um símbolo do ativismo pela paz, mas também tinha atitudes questionáveis. John Lennon também dedicou os anos seguintes da carreira solo para promover seus ideais pacifistas e de igualdade social.

A força e a atualidade de suas letras

Por volta de 1966, com punhos erguidos, usando a música como a forma de arte, John se insere no universo do ativismo. Ao lado de sua esposa, Yoko Ono, ele participava de manifestações e fazia questão de demonstrar seus pontos de vista na música.

Lennon, então, começou a se engajar em causas americanas. Uma das canções de protesto mais famosas dele da época foi, Gimme Some Truth falava das notícias em uma época em que o termo “fake news” não existia.

 

A morte

A partir dos anos 1970, o compositor parou de ir a manifestações ou gravar canções de protesto. Nesses últimos anos, ainda que tivesse se separado de Yoko, Lennon demonstrou estar mais preocupado com a família e com os filhos.

Em 8 de dezembro de 1980, um terrível destino da vida, o cantor foi assassinado por um fanático, em frente à sua casa, em Nova York, com quatro tiros nas costas. Lennon estava chegando em seu prédio quando ouviu um homem chamá-lo. Antes que o músico se virasse para olhar, Mark Chapman o atingiu com quatro tiros, a notícia causou grande comoção na época.

Seus restos mortais foram cremados e Yoko Ono espalhou suas cinzas no Central Park.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar