Prefeitura de Salvador reforça atuação do Samu e renova convênio de leitos para Covid-19

Os atos foram anunciados pelo prefeito ACM Neto

Duas importantes ações da Prefeitura vão reforçar a área da saúde em Salvador a partir desta terça-feira (1º). Uma delas é a chegada de 19 novas ambulâncias e a renovação de contrato da ambulancha para ampliação do atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na capital baiana. A segunda iniciativa é a ampliação dos contratos com hospitais filantrópicos para oferta de procedimentos de média e alta complexidade e urgência e emergência.

Os atos foram anunciados pelo prefeito ACM Neto em cerimônia simbólica realizada pela manhã, no Terminal Náutico da Bahia, no Comércio. Estiveram presentes na ocasião o secretário municipal da Saúde (SMS), Leo Prates; os representantes do Hospital Português, Izilda Carneiro e Márcio Peixoto; o provedor da Santa Casa de Misericórdia, José Antônio Rodrigues Alves, e o diretor corporativo do Hospital Santa Izabel, Robério Almeida Silva; o diretor do Hospital Aristides Maltez, Washington Couto, e o presidente da Liga Baiana de Combate ao Câncer (LBCC), o ex-governador César Borges.

No caso do Samu, o prefeito lembrou que a situação do serviço no início de 2013 era bastante precária. “Parte das ambulâncias não conseguiam rodar por falta de manutenção e investimentos necessários para que o Samu tivesse o suporte adequado. Havia também problemas em equipamentos e pessoal, com desafio de consistir plenamente as equipes. Durante esse período, a Prefeitura conseguiu ampliar a capacidade de atendimento com aumento do número de equipes, o que foi essencial neste período de pandemia”, destacou ACM Neto.

O gestor complementou que a administração municipal conseguiu ampliar de 41 para 62 equipes do Samu e mais equipes deverão ser incorporadas em 2021. Além dos veículos, a ambulancha vai auxiliar no atendimento ao público que reside nas ilhas, principalmente a de Itaparica. O veículo aquático tem capacidade para transportar dois pacientes que necessitem de transferência para unidades de alta complexidade.

“Vamos seguir com o fluxo rápido e objetivo para suprir as necessidades dos pacientes que precisam dos primeiros socorros e de regulação. Com a chegada das ambulâncias equipadas, a Prefeitura garante um serviço de qualidade para a população e profissionais que estão na linha de frente todos os dias na pandemia, correndo risco e se expondo para salvar vidas”, destacou o secretário Leo Prates.

Leitos e procedimentos – Com investimento de R$277 milhões, a ampliação do convênio com os hospitais Português, Santa Izabel e Aristides Maltez vai possibilitar a oferta de serviços nas especialidades de Oncologia, Cardiologia, Nefrologia, Oftalmologia, Traumato-Ortopedia e Urgência e Emergência para a população que utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, também serão disponibilizados dez novos leitos de UTI para atendimento normal no Hospital Aristides Maltez e renovação do contrato dos leitos de UTI e clínicos existentes para o novo coronavírus nos hospitais Português (dez leitos) e Santa Izabel (24 leitos).

“Estas são três das instituições mais qualificadas e com toda a credibilidade de Salvador. Nesse contexto complicado que estamos vivendo, de um risco concreto de segunda onda e de aumento enorme do número de casos, a gente não pode esperar e temos que ter a perspectiva de reabertura de leitos”, pontuou ACM Neto.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar