TVE e Rádio Educadora FM têm programação especial no mês da Consciência Negra

Programação conta com conteúdo exclusivo sobre cultura afro urbana ao redor do mundo

Reconhecida junto à Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2016 como emissora na Bahia da Década Internacional Afrodescendente, a TVE preparou, mais uma vez, uma programação especial para o mês de novembro, com uma estreia inédita nas telas baianas. Os conteúdos exibidos na tv pública trazem além dos tradicionais debates sobre os direitos da população negra, promoção da igualdade étnico-racial e combate ao racismo, um novo conteúdo exclusivo, sobre cultura afro urbana no mundo. Ainda teremos documentários, reportagens, personalidades negras, entrevistas, quilombos da Bahia, exibição de show inédito e muita música negra.

A partir do dia 1º, a TVE ganha um reforço nos conteúdos voltados à cultura e produção audiovisual com foco na população negra. O canal a cabo TRACE Brazuca e a emissora pública da Bahia se uniram para promover uma programação mais diversa para seus públicos. Com isso, os canais passam a compartilhar seus conteúdos, como shows, programas, filmes e documentários que integram a programação de cada uma das emissoras. A parceria inédita amplia o acesso à programação das duas emissoras de TV que mais valorizam a diversidade e a representatividade da cultura afro no Brasil. Inicialmente, serão 50 horas de programação mensal, que deve alcançar mais de 10 milhões de pessoas na Bahia. E os conteúdos da TVE passam a ser exibidos no Brasil e no exterior através dos canais da TRACE.

E enriquecendo as atrações do Mês da Consciência Negra, a partir do dia 1, serão lançados os programas “Trace Trends e Focus”, que irão ao ar nos sábados, às 21h e domingos, às 19h. Outro lançamento é o “Djouba”, que traz os hits africanos e o “Newcomers” – com foco em novos talentos baianos, que entram na programação da TVE de segunda a sexta, das 16h às 18h.

Este mês o Rural Produtivo, parceria entre TVE e a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), apresenta o especial “Novembro Negro”, através dos saberes de comunidades quilombolas da Bahia. A equipe do programa percorreu os quilombos do Tereré, localizado em Salvador, e o Kaonge, integrante do município de Cachoeira, conhecendo práticas de agricultura familiar e pesca artesanal sustentável, além do turismo étnico – que também é fonte de renda.

Ainda como parte da programação, a partir do dia 3, toda terça-feira, às 19h, a TVE exibe um conteúdo com a temática de saúde. Os filmes são produções da Fiocruz e distribuídos pelo Canal Saúde. Perpassando pelos temas: gênero, raça, território, classe, meio ambiente, desenvolvimento social, os vídeos e documentários são: Mulheres das águas, no dia 3; Potência Negra, no dia 10; Meia Lua Falciforme, no dia 17; Uma árvore bonita, no dia 24.

No dia 20, um show especial comandado por Gilberto Gil, na Concha Acústica, na premiação do 17º Festival de Música da Educadora FM. Gil, que teve uma história intensa com os festivais, cumpriu a promessa e fez “uma viagem” por sua carreira, cantando “Palco, Drão, Realce” e outras canções inesquecíveis, a plateia foi ao delírio. Gil foi acompanhado de uma banda “muito especial”, formada por músicos excelentes, entre eles seus filhos Nara, Bem e José.

O Soterópolis, principal programa dedicados à arte e a cultura baiana também vai exibir este mês reportagens sobre a cultura negra, racismo, maternidade negra, apropriação cultural, empreendedorismo negro, gastronomia africana, músicos negros e moda afro. O programa vai ao ar às quintas-feiras, às 22h, com reprises às sextas-feiras e aos domingos, às 19h.

Ainda como parte da programação, a TVE exibe um conteúdo “Viva o Abaeté” que revela as belezas de um dos principais cartões postais da Bahia, o “Parque Metropolitano do Abaeté”, que fica em Itapuã. E também um filme que retrata a história de Vicente Ferreira Pastinha, mais conhecido como Mestre Pastinha, que completaria 131 anos este mês. Não somente um praticante, mas também um intelectual da capoeira. Os documentários vão ao ar às 14h, no segundo e terceiro domingo deste mês.

E na quinta (19), às 22h30, será exibido o documentário “Aleluia, o canto infinito do Tincoã ” sobre o músico Mateus Aleluia. Uma produção da cineasta Tenille Bezerra, volta para telinha depois de muitos pedidos para sua reexibição.

Música

A Rádio Educadora FM também preparou uma programação especial para o Novembro Negro. A partir do dia 7, toda sexta-feira do mês, os programas terão conteúdos dedicados a tema da “Consciência Negra através da música”. Convidados no estúdio, entrevistas, programas, além de reportagens especiais e cobertura dos eventos sobre o novembro negro, destaque para a história de líderes revolucionários do movimento negro, são algumas das ações programadas pela rádio para marcar o mês. Sem esquecer das homenagens aos homens e mulheres que são referência da luta anti racista.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar